VISITA PASTORAL À PARÓQUIA DO DIVINO SALVADOR DE CASTELÕES

Entre os dias 26 e 30 de Novembro, a Paróquia do Divino Salvador de Castelões recebeu a Visita Pastoral de D. António Augusto Azevedo, bispo auxiliar do Porto.

A Visita Pastoral cumpriu uma vasta e diversificada agenda. Foram, sem dúvida alguma, dias muito intensos, enriquecedores e produtivos. D. António Azevedo, sempre acompanhado pelo nosso Pároco, Pe. António Jorge, visitou o Centro Escolar, os doentes, o Centro de Convívio e algumas empresas da Freguesia, deixando sempre, em cada momento, uma mensagem de fé, de afeto, de proximidade e esperança.

Reuniu também, com as Autoridades Civis: Junta e Assembleia de Freguesia; encontrou-se igualmente com as Associações e Coletividades da Freguesia, que receberam alegremente o nosso Bispo, mostrando um pouco das suas atividades. D. António salientou a importância do Associativismo.

Prosseguindo a visita, houve momento para reunir com todos os grupos paroquiais, com os jovens universitários e ainda com as crianças que frequentam a Catequese e seus pais.

Na Eucaristia de Sábado, D. António administrou o sacramento da Santa Unção aos doentes e pessoas mais frágeis da nossa Paróquia, seguindo-se um lanche convívio. No dia seguinte, na Eucaristia que encerrou a Visita Pastoral, os jovens que concluíram o 11º ano de Catequese receberam o Sacramento da Confirmação; apresentaram-se ainda à Comunidade os jovens que iniciam agora a sua preparação para o Crisma, assumindo o compromisso de continuarem o seu caminho de crescimento na fé e de integração na comunidade.

No final da Eucaristia, o nosso Bispo fez a Bênção do Campo de Futebol Sintético da nossa Freguesia. A Visita Pastoral terminou com um almoço convívio no Centro Pastoral da nossa comunidade de Castelões.

A Comunidade Paroquial ficou muito agradada e agradecida pela visita de D. António Azevedo. Reconhecendo-o como um Homem de Fé, simples, humilde e acolhedor, que nos veio animar na Fé, fortalecer na esperança, testemunhar a caridade / amor e que esteve connosco exercendo o seu ministério de garante da comunhão e unidade eclesial.

Tânia Ribeiro